Delícias ‘in mundi’ # 007 – Macau

#A              *** Macau ***

Artes:

Apí (Macau)

Nasceu, em Macau em 1949 

API” COMO É CARINHOSAMENTE CHAMADO PELOS FAMILIARES E AMIGOS, DE SEU NOME RIGOBERTO DO ROSÁRIO JR., É UM MULTIFACETADO ARTISTA MACAENSE. AS SUAS ARTES VÃO DA MÚSICA À PINTURA. O SEU GRANDE SONHO DE INFÂNCIA ERA SER MÚSICO, E ASSIM FOI. DE FORMA AUTODIDACTA. TALVEZ O RECONHEÇAM COMO VOCALISTA DO LENDÁRIO GRUPO THE THUNDERS (1966), O GRUPO QUE COMPÔS E GRAVOU DIVERSOS SUCESSOS, INCLUINDO A CANÇÃO “MACAU”, A HOMENAGEM MAIS FAMOSA À TERRA NATAL. PARA ALÉM DE MÚSICO É DESIGNER E ILUSTRADOR. ESTÁ HÁ MUITOS ANOS RADICADO NO BRASIL

Literatura: 
Adé 

Macau, 28 de Julho de 1919 – Hong Kong, 24 de Março de 1993

José Inocêncio dos Santos Ferreira, mais conhecido por Adé, foi um poeta de Macau e grande defensor do patuá macaense, língua crioula da região. O seu pai, Francisco dos Santos Ferreira, era um português oriundo de Portugal e a sua mãe, Florentina Maria dos Passos, era uma macaense. Grande parte da sua vida foi dedicada à divulgação do patuá macaense, sendo o último poeta popular macaense que deixou uma vasta obra composta de poemas, recitas, peças de teatro, livros, programas radiofónicos e operetas em patuá macaense. Em 1979, ele foi agraciado com o grau de Cavaleiro da Ordem do Infante D. Henrique. O Governador de Macau atribuiu-lhe, em 1984, a Medalha de Mérito Cultural. O Governo de Macau prestou-lhe também homenagem ao mandar erguer uma estátua no Jardim das Artes.

POÉMA DI MACAU

(em Patuá, dialecto macaense candidato a Património Universal Intangível)
 Pa vôs, Macau quirido, pequinino,
Nésga di chám pa Dios abençoado,
Macau cristám, qui f6rça di destino
Já botá na caminho alumiado;
Pa vôs, iou pensá vêm co devoçám,
Rabiscá unga poéma di amôr,
Enfeitado co vós na coraçám,
Pa têm mercê di bénça di Sinhór.

 
POEMA DE MACAU
 Para ti, Macau querida, pequenina,/Nesga de terra por Deus
abençoada,/Macau cristã, que a mão do destino/Colocou no caminho iluminado;/
Para ti, pensei vir com devoção,/Compor um poema de
amor,/Contigo enfeitado no coração,/E assim merecera bênção do Senhor.

Adé, José dos Santos Ferreira, português/macaense, do livro (1983) do mesmo nome
 

Música:

António dos Prazeres

Macau Momantai (3)

http://cronicasmacaenses.files.wordpress.com/2013/10/macau-momantai.mp3

Macau Momantai (4)

Anúncios

1 thought on “Delícias ‘in mundi’ # 007 – Macau

  1. Pingback: Delícias ‘in mundi’ # 009 | Fonte de Inspiração

Gostamos de ouvir de você.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s