Sonha Acordado – Paulo Coelho

Se tu queres sonhar, precisas acordar.

Se tu queres sonhar, precisas acordar.~Paulo Coelho

Libertar-me do Ódio – Paulo Coelho

Libertar

Eu liberto-me do ódio
através do perdão e do amor.
Eu entendo que o sofrimento,
quando não pode ser evitado,
está aqui para me ajudar no meu caminho para a glória.

Eu entendo que
tudo está conectado,
que todas as estradas se encontram
e que todos os rios correm para o mesmo mar~Paulo Coelho

Transforme a sua vida, escreva o seu destino!

Abre-te ao Amor-Paulo Coelho

Então por favor continue a caminhar, não desista facilmente porque a vida sem amor é uma vida sem sentido, e é o amor que mantém as estrelas no seu lugar, que mantém o sol a brilhar, e mantém tudo no seu lugar.~Paulo Coelho

Das Pequenas Coisas – Paulo Coelho

cogumeloII

Villanger (Norway) © Anabela Costa

Os nossos olhos estão sempre voltados para os grandes realiza­dores: artistas famosos, empresários multinacionais, líderes que mobilizam massas. Mas, se perguntarmos a qualquer um deles como conseguiram chegar ao topo, uma parte da resposta será: ‘eu prestei atenção nas coisas pequenas’.
C. Lobo lembra um mito nórdico a respeito: quando o príncipe Balder nasceu, um profeta disse a sua mãe que ele morreria ainda criança. Desesperada, passou a defender o filho de todos os perigos.
Um dia ao voltar para casa, viu um pequeno cogumelo – mas não deu importância, porque lhe parecia insignificante. Foi este cogumelo venenoso que o menino Balder comeu.~Paulo Coelho (blog)

(Our eyes, are always geared towards high achievers: famous artists, multinational business people, leaders that mobilize masses. But if you ask to any of them how they managed to reach the top part of the answer will be: ‘I have watched in small things’. C. Lobo reminds one Norse myth about: when Prince Balder was born, a prophet told his mother that he would die as a young child. Desperately she went on to defend his son from all dangers. One day on returning home, he saw a small mushroom – but she didn’t care, because it seemed insignificant. Was this poisonous mushroom that the child Balder ate.)

Não me deixe implorar para acalmar a minha dor

Senhor, não me deixe rezar para ser protegido dos perigos,
mas para ser destemido ao encará-los.
 
Não me deixe implorar para acalmar a minha dor,
mas para ter a coragem de suporta-la.

Não me deixe ficar apenas procurando aliados nas batalhas da vida,
mas que eu aprenda a contar com minha própria força.

Que eu não fique ansioso, esperando para ser salvo,
mas que tenha paciência para conquistar a minha liberdade.

Fazei com que eu não seja um covarde,
sentindo a Tua misericórdia no meu sucesso sozinho;

Mas deixe-me encontrar o aperto da Sua mão nos meus momentos de derrota.

“Let me not pray to be sheltered from dangers, but to be fearless in facing them. Let me not beg for the stilling of my pain, but for the heart to conquer it. Let me not look for allies in life’s battlefield, but to my own strength. Let me not crave in anxious fear to be saved, but hope for the patience to win my freedom. Grant that I may not be a coward, feeling Your mercy in my success alone; But let me find the grasp of Your hand in my failure.” by Rabindranath Tagore

do blog de Paulo Coelho – from Paulo Coelho’s blog