O que é Liberdade?‏

filled with light

Liberdade, uma palavra muitas vezes
apregoada. O que é liberdade
quando tudo estiver dito e feito?
Quão livre nós queremos ser?
Sem regras, leis, expectativas?
Sem carências ou desejos, para a nossa
liberdade ser muitas vezes reduzida
pelas nossas próprias demandas. O que
que significa para você ser livre?

Source of Inspiration

http://patcegan.wordpress.com/2013/06/20/love-enough/

http://patcegan.wordpress.com/2013/06/07/what-is-freedom/

Pedaços Quebrados de Realidade

broken-stones

Reunindo finos fragmentos
de realidade quebrada
querendo saber como conecta-los
novamente
apenas para entender
que eles são a fonte de magia.

Como uso eu esta magia,
o que desejo eu
ter, fazer, ser?
A porta está aberta
terei eu coragem
para entrar neste mundo
de possibilidades
ou estive eu
lá o tempo todo?

in English: Source of Inspiration

https://patcegan.wordpress.com/2017/02/11/broken-pieces-of-reality/

Grata

1896721_497664420343288_399654239_n

Hoje eu estou grata
Nem sempre estive
Grato é um modo de ser, uma escolha
Hoje estou grata
Gratidão pavimenta o seu caminho com serenidade
Ela abre a porta para o seu coração
Hoje estou grata
Eu nem sempre estive

in English: Source of Inspiration

https://patcegan.wordpress.com/2017/02/03/grateful/

Minha Opinião

942150_530105790360060_174889216_n

Eu tenho o direito à minha opinião,
mas eu não preciso de a dar se ela
viola a outra. Guardo a minha, nos
meus pensamentos, palavras e ações,
para que eu nunca causar a queda do outro.

*********************

In English: Source of Inspiration

http://patcegan.wordpress.com/2013/06/25/its-my-opinion/

Só Respiração – Rumi

 

Não cristãojudeu ou muçulmano, não hindu, budista, sufi, ou zenNenhuma religião ou sistema cultural.

Eu não sou do Oriente ou do Ocidente, não saí do oceano ou a partir do solo, não sou natural ou etéreo, não sou de todo constituído por elementos.

Eu não existo, não sou uma entidade neste mundo ou no outro, não descendo de Adão e Eva ou qualquer história original. O meu lugar é sem lugar, um traço sem deixar rasto. Nem corpo ou alma.

Eu pertenço ao amado, já vi os dois mundos como UM e esse chamou para saber, primeiro, último, exterior, interior, apenas essa respiração respirando ser humano.

Eu pertenço ao amado, já vi os dois mundos como UM e esse chamou para saber, primeiro, último, exterior, interior, apenas essa respiração respirando ser humano.

 

Passo a Passo

spire-cove-kenai-fjords-national-park-alaska

Passo a passo
eu percorro através
da parte mais difícil
olhos em frente
focado no amor
do nosso Criador
certo que este
tempo é importante
alguma coisa vital
está se manifestando
dores de parto em breve
esquecidas como nova
vida emerge
sagrada
ligada
a tudo o que

e eternamente
haverá!
Amém

************

in English: Source of Inspiration
http://patcegan.wordpress.com/2013/11/22/step-by-step/

Indesejável – Paulo Coelho 20

Remember that wherever your Heart is, there you will find your treasure.   ~ Paulo Coelho, The Alchemist

Remember that wherever your Heart is, there you will find your treasure. ~ Paulo Coelho, The Alchemist

Quando algo indesejável cresce na minha alma, eu peço a Deus para me dar a mesma coragem sem piedade para arrancá-lo

“Lembre-se que onde quer que o seu coração está, é lá que você vai encontrar o seu tesouro.- O Alquimista”

Caminhos Perigosos

dangerous path1

Quando andamos sobre o frágil gelo,
corremos o risco de morrer de frio.
Não tenha demasiada pressa que não
consiga ver o caminho mais seguro.

Temos pressa, pressa, pressa, para ir
onde já fomos, ou
onde não precisamos ir. Tal como o
chapeleiro louco que chega atrasado onde
quer que vá, nós desperdiçamos nosso
tempo e lamentamos a sua faltatudo
isso enquanti acrescentamos mais e mais
para evitar o que tememos.

****************************

In English: Source of Inspiration

http://patcegan.wordpress.com/2013/07/28/dangerous-paths/

Caminhe Comigo

walk on beach

Segure a minha mão, caminhe comigo,
diga-me o que o incomoda.
Eu não ofereço soluções,
mas posso oferecer um ouvido atento.
As vezes é necessário apenas
falar em voz alta e ouvir sua
própria verdade interior.

O dom de ouvir em silêncio
sem julgamento ou conselhos
pode ser o presente mais amoroso
que podemos oferecer a alguém.
Vá em frente, estou escutando.
Diga-me o que está no seu coração.

*************************

In English: Source of Inspiration

http://patcegan.wordpress.com/2012/01/28/walk-with-me-3/

Rumi – 12

 

Eu amo os Meus Amigos, amo os meus amigos não com
o meu coração, nem com a minha mente.
Apenas caso do coração pare, ou mente possa esquecer.
Eu os amo com a minha alma.
Alma nunca pára ou esquece.~Rumi.

 

in English: I Love My Friends I love my friends neither with my heart nor with my mind.
Just in case heart might stop, Mind can forget. I love them with my soul. Soul never stops or forgets. ~ Rumi 

Frecha da Mizarela (Portugal)

frecha mizarela

Cascata da Frecha da Mizarela, ou simplesmente Frecha da Mizarela, é uma cascata localizada na Serra da Freita, próxima da povoação de Albergaria da Serra, concelho de Arouca, Grande Área Metropolitana do Porto, Portugal.

Esta cascata localiza-se em pleno rochedo granítico do planalto da Serra da Freita, a uma altitude de cerca de 900 metros. É alimentada pelas águas do rio Caima e apresenta uma altura que ronda os 75 metros, sendo desta forma uma das mais altas da Europa, fora da Escandinávia.Como o granito é mais resistente à erosão fluvial do rio Caima do que a generalidade dos xistos e grauvaques (grauvaca), ao longo do tempo formou-se um assinalável desnível, tendo-se originado a queda de água. Todavia, além da erosão diferencial, considera-se ainda que a orientação dos sistemas de falhas que afectam todo o bloco da Serra da Freita tiveram influência directa na formação desta escarpa singular. Esta cascata localiza-se numa paisagem serena rodeada por uma atmosfera campestre e bucólica onde a natureza se encontra num estado puro.

MAIS  UMA BELA DÁDIVA DE DEUS!!

in English: Cascade Frecha da Mizarela , or simply Frecha da Mizarela is a waterfall located in Freita’s mountains, near the village of Albergaria da Serra, municipality of Arouca, Greater Metropolitan Area of Porto. This waterfall is located right in the granitic rock of the plateau Freita’s mountains, at near 900 meters altitude. It is fed by the waters of the river Caima and has a height of around 75 meters, thereby being one of the highest in Europe outside of ScandinaviaAs granite is more resistant to luvial erosion of river Caima that the majority of the schists and greywackes, throughout time formed a notable slopehaving originated this waterfall. However, apart from differential erosion, considering also that the orientation of the fault systems affecting the entire block of Serra da Freita had direct influence in shaping of this singular scarp. 
This waterfall is located in a serene setting surrounded by countryside and bucolic atmosphere where nature is located in a pure state.
ANOTHER BEAUTIFUL GIFT FROM GOD !

Praia de Matosinhos (Portugal)

Praia de Matosinhos - Portugal

Praia de Matosinhos – Portugal

O concelho de Matosinhos oferece belas praias, que vão recortando a costa em desenhos desiguais. Umas pequenas e recatadas ideais para um dia sossegado, outras com areais a perder de vista, convidando a longos passeios à beira-mar! No inverno, são procuradas pelos amantes do surf, bodyboard, vela e windsurf que encontram no mar do norte as condições ideais para a prática destes desportos, bem como pelos praticantes do lançamento do papagaio ou da asa, que aproveitam a característica nortada para aperfeiçoar acrobacias.

No verão, as praias enchem-se de gente que procura o sol, o mar, a areia dourada, o calor, o descanso ou a animação das praias de Matosinhos. Os torneios de futebol de praia e de voleibol, os campeonatos de surf e outras atividades desportivas e de lazer, conferem às praias um colorido único! Vive-se um ambiente de alegria, com sabor a férias, aproveita-se a praia até ao pôr do sol, diga-se, um espetáculo a não perder!

A requalificação da marginal de Matosinhos deu novo alento a esta zona, com recentes urbanizações, esplanadas modernas e parques de estacionamento para quem aqui chega de carro. A Linha Azul veio também possibilitar o acesso de metro a Matosinhos, uma forma rápida e confortável de chegar. MAIS UMA DÁDIVA DE DEUS!!!

in English: (The municipality of Matosinhos offers beautiful beaches, ranging cropping the coast into unequal drawings. Some small and coy perfect for a quiet day, and some others with out of sight beaches inviting us to long walks by the sea! In winter, are sought by sport lovers of surfing, body-boarding, sailing and windsurfing finding in the North Sea the right conditions to practice these sports as well as by those who practice launching kite or wing, that take advantage of north winds characteristic to improve stunts .
During summer, beaches are filled with people looking for the sun, sea, its golden sand, heat, rest or animation from the beaches of Porto. Football tournaments and beach volleyball, surfing championships and other sporting or leisure activities provide a unique colorful beaches! We live in an atmosphere of joy, with the taste of holiday, enjoying the beach until sunset, and let it be said, a sight not to be missed!
The re-qualification of the its marginal gave new impetus to this area with recent urbanizations, modern terraces and parking for those arriving by car here. The subway Linha Azul also provide access to Matosinhos in a quick and comfortable way to arrive. ANOTHER GOD’S GIFT)

Pitões das Júnias (Parque Nacional da Peneda-Gerês)

Diapositivo1Pitões das Júnias é uma aldeia situada a cerca de 1200 metros de altitude, no norte de Portugal, dentro do Parque Nacional Peneda-Gerês, na região de Barroso, Trás-os-Montes. Faz parte do Concelho de Montalegre, Distrito de Vila Real. A sua origem confunde-se com a do Mosteiro de Santa Maria das Júnias, entre os séculos IX e XI. A localização no extremo norte de Portugal, o clima inóspito no Inverno e a consequente imigração contribuíram para que a aldeia conservasse a sua pequena população e o característico aspeto medieval. As construções em pedra e a beleza natural do lugar deram início nos anos 90, ao turismo ecológico na região. Turismo esse que cresce nos meses de Verão com a chegada dos seus descendentes, vindos principalmente do Brasil e da França. (Pitões of Júnias is a village situated around 1200 meters of altitude in the north of Portugal, in the Peneda-Gerês National Park, Barroso Area, Trás-os-Montes. Is part of the Municipality of Montalegre, Vila Real District. Its origin is confused with the Monastery of Santa Maria das Júnias, between the ninth and eleventh centuries. The location in the far north of Portugal, the inhospitable winter climate and the consequent immigration have contributed to the village conserved its small population and the characteristic mediaeval aspect. The stone buildings and natural beauty of the place started in the 90s, the ecological tourism in the region. The growing tourism during the summer months with the arrival of their descendants, coming mainly from Brazil and France.)

Diapositivo2

Vivendo da agricultura e da pecuária, é um local onde na sua alimentação são encontrados alguns dos seus sabores mais populares, como o Cozido à Portuguesa, cordeiro guisado, cabra guisado, sopa de vinho, rabanadas, pão-de-ló e aletria. (Living from agriculture and cattle, is a spot where in their food are found some of their most popular flavors, like Cozido à Portuguesa, stewed lamb, stewed goat, wine soup, rabanadas, pão-de-ló and vermicelli.)
Diapositivo3

Nas montanhas circundantes, podemos ainda encontrar riquezas únicas:
Fauna: Lobo-ibérico, javalí, corço, cabra-loura, gato bravo, açor, peneireiro, papa-figos, fuinha, lebre e coelho bravo. Avifauna: gavião, águia-real, perdiz, cuco, coruja, melro, milhafre, andorinhas, águia-cobreira, águia-de-asa-redonda, tartaranhão-caçador. Répteis: sardão, cobra rateira, víbora cornuda, Truta-de-rio; e uma vastíssima Flora: Lírio-do-gerês, narcisos, anémona, silene, violetas, vários arbustos (carqueja, urze, tojos, torga, sargaço, giestas, hipericão, macela e azevinho), carvalho-negral, carvalho-alvarinho, vidoeiros, aveleiras, amieiros, salgueiros e alguns exemplares de teixo. Locais de Interesse Turístico: Parque Natural de Peneda do Gerês, Desfiladeiro da Fecha Velha, Mosteiro de Nossa Senhora das JuniasCascata de Pitões.  Cursos de Água: Rio de Camposinho, Buredo, Fornos e Avelaira. (In the surrounding mountains, we can still find unique richness:Fauna: Iberian Wolf, wild boar, roe deer, goat-blond, brave cat, goshawk, kestrel, oriole, weasel, hare and wild rabbits. Birds: parrowhawk, golden eagle, partridge, cuckoo, owl, blackbird, black kite, terns, short-toed eagle, eagle-of-Buzzard, Montagu’s harrier. Reptiles: lizards, rat snake, horned viper, river’s trout, and vast  Flora: Lily-of-Geres, daffodils, anemones, silene, violets, various shrubs (gorse, heather, heather, seaweed, wort, chamomile and holly), Pyrenean oak, mountain oak, birch, hazel, alders, willows and some specimens of yew. Places of Interest: Natural Park of Peneda Geres, Gorge Velha Fecha, Monastery of Nossa Senhora das Júnias, Cascade Pitões. Watercourse: River Camposinho, Buredo, Fornos and Avelaira

Diapositivo4 Diapositivo5

http://www.pitoesdasjunias.com/dados-gerais.html

Arcos Valdevez

Arcos Valdevez - Portugal - Alexandra Ribeiro

Arcos Valdevez – Portugal – Alexandra Ribeiro

Arcos de Valdevez é uma vila portuguesa no Distrito de Viana do Castelo, região Norte e sub-região do Minho-Lima. O município é limitado a norte pelo município de Monção, a nordeste por Melgaço, a leste pela Galiza, a sul por Ponte da Barca, a sudoeste e a oeste por Ponte de Lima e a oeste por Paredes de Coura. O ponto mais alto do concelho situa-se na Pedrada, com a altitude de 1 416 metros, na Serra de Soajo. Arcos de Valdevez, um município com 51 freguesias, com uma área de 450 km2, conserva todo o encanto característico desta região: paisagem verde, frescura abundante, arquitetura solarenga e um rio que espelha toda a vaidade de uma vila carregada de história: O Vez.
As vantagens naturais de um concelho de surpreendente variedade geográfica, fizeram de Arcos de Valdevez um destino de eleição, que oferece um exemplo de harmonia entre a área natural protegida e a vida quotidiana das gentes que ocupam estas terras. Integrado no complexo montanhoso do Parque Nacional da Peneda Gerês, o concelho dispõe de um diverso e interessante Património Natural, através das múltiplas áreas de regadio e de terrenos férteis proporcionados pelo rio, bem como a existência de amplos anfiteatros naturais, opondo zonas de serra e de planície. Com a sua vila lendária, com mais de 9 séculos de História, Arcos de Valdevez é detentor de um número infindável de monumentos históricos e etnológicos, que permitem ao visitante uma experiência única. Este vasto e rico panorama constitui o Património Arquitetónico Histórico e Cultural, onde a própria sobriedade dos montes e vales se alia à beleza das mais diversas manifestações artísticas. Castelos, Igrejas, Torres, Pontes, ermidas e vestígios de antigas civilizações, tudo aqui pode ser descoberto. Na vila, um circuito no centro histórico: que inclui algumas das maiores jóias do Barroco Nacional, patentes na Igreja do Espírito Santo, Matriz ou na Lapa, bem como edifícios de interesse arquitetónico. No concelho uma visita obrigatória ao Santuário da Nossa Senhora da Peneda, ao Soajo, a Ermelo mas também às belíssimas paisagens serranas, com contrastantes vales e pequenas aldeias típicas. Arcos de Valdevez é tradição. A tudo isto acresce uma memória que teima guardar as tradições populares das Festas e Romarias, do Folclore, do Artesanato e de um Gastronomia considerada um autêntico assombro de paladares acompanhada por magestoso Vinhos Verdes. Arcos de Valdevez oferece todos os encantos das vilas à beira–rio por toda a parte, a herança de uma antiquíssima memória aliada à preservação de valores tradicionais, à inovação e dinamismo.

Arcos de Valdevez is a Portuguese village in the district of Viana do Castelo, Northern Region and sub-region of Minho-Lima. The city is bordered to the north by the municipality of Monsoon, northeast by Melgaço, east by Galicia, on the south by Ponte da Barca, southwest and west by Ponte de Lima and west by Paredes de Coura. The highest point of the county is located in Pedrada, with an altitude of 1416 meters, the mountains of Soajo. Arcos de Valdevez, a municipality with 51 parishes, with an area of ​​450 km2, maintains all the traditional charm of the region: greenery, abundant freshness, manorial architecture and a river that mirrors all the vanity of a village steeped in history: the Vez.
The natural advantages of a county of amazing geographical variety, made ​​of Arcos de Valdevez a destination of choice, offering an example of harmony between the protected natural area and the daily life of peoples occupying these lands. Integrated in the mountainous complex of Peneda Geres National Park the county offers a diverse and interesting Natural Heritage, across multiple areas of irrigated and fertile land provided by the river, as well as the existence of large natural amphitheaters, opposing areas of hills and plains.
With its legendary village, with more than 9 centuries of history, Arcos de Valdevez holds an endless number of historical and ethnological monuments, which allow the visitor an unique experience. This vast and rich panorama represents the Architectural Heritage and Cultural History, where own sobriety of the hills and valleys is allied to the beauty of the most diverse artistic manifestations. Castles, churches, towers, bridges, chapels and traces of ancient civilizations, everything can be found here.
In the village, a circuit in the historical center, that includes some of the greatest treasures of the National Baroque patents in the Church of the Espírito Santo, Matriz or Lapa, as well as buildings of architectural interest. In the county a mandatory visit is the Sanctuary of Nossa Senhora da Peneda, to Soajo and Ermelo but also the beautiful mountainous landscape with contrasting valleys and small typical villages. 
Arcos de Valdevez is tradition. This all adds a memory that insists save the folk traditions of Feasts and Pilgrimages, Folklore, Crafts and Food considered an authentic wonder of flavors accompanied by majestic Green Wines. Arcos de Valdevez offers all the charms of the towns along the waterfront everywhere, the legacy of an ancient memory allied to the preservation of traditional values, innovation and dynamism. 

Alcobaça (Leiria) – Portugal

Alcobaça - Portugal

Alcobaça – Portugal

Alcobaça – Sede de concelho, fica situada na confluência dos rios Alcoa e Baça,  cuja aglutinação faz derivar o seu nome – (o que está longe de ser consensual) na zona litoral centro de Portugal. Pertencente ao distrito de Leiria, o concelho de Alcobaça conta com 18 freguesias, sendo o segundo concelho mais industrializado do distrito e um dos mais populosos.  Foi elevada a cidade em 1995. Em Alcobaça, podemos encontrar o célebre mosteiro cisterciense de Santa Maria fundado em 1148 por D. Afonso Henriques. Neste mosteiro, encontram-se os túmulos de D. Pedro e D. Inês de Castro. Reconstruído diversas vezes em vários estilos, desde o Gótico ao Manuelino, este mosteiro é um dos mais belos monumentos do mundo.

County seat, Alcobaça is situated at the confluence of the rivers Alcoa and Baça, whose assemblage derives its name – (which is far from consensual) in coastal central Portugal. Belonging to the district of Leiria, the county of Alcobaça has 18 parishes, being the second most industrialized county in the district and one of the most populous. Became a city in 1995. In Alcobaça, we can find the famous Cistercian monastery of Santa Maria founded in 1148 by D. Afonso Henriques. In this monastery, there are the tombs of King Pedro and D. Inês de Castro. Rebuilt several times in various styles, from Gothic and Manueline, this monastery is one of the most beautiful monuments in the world.

Montalegre no Outono

Montalegre - Portugal

Montalegre – Portugal

Terra onde as suas ‘Bruxinhas’ saem à rua nas Sextas 13 e então… nada de mal acontece …apenas pura festa e divertimento… seguidas desta visivel tranquilidade… a beleza de um recanto de sossego vestido as suas cores de Outono…

MAIS UMA DÁDIVA DE DEUS!!

Land where their ‘little witches’ ​​go out to the streets in every Friday the 13th, and then … nothing bad happens … just pure fun and frolic … followed of this visible tranquility … the beauty of a quiet corner of their dress colors of autumn … ONE MORE GIFT OF GOD!

Esta é a Minha Terra

Nós, facilmente nos esquecemos de onde viemos, para onde vamos, é-nos conveninete perder a nossa memória de tempos a tempos. Quando o perigo está à espreita, aí voltamo-nos para o nosso vizinho…quão estranho
pois não nos damos conta de que os podemos ter negligenciado durante muito tempo.
Há um coração que se eleva para que todos concordem ? Um coração que leve a próxima geração , alguém que vem como reforço ?
Esta é a minha terra, onde me sento, é o meu rio, a água que eu bebo , que ninguém se atreva a tocar.
Estes são os meus irmãos ao meu redor, os meus valores de referência e minha única voz, que ninguém se atreva a tocar
Nós alimentamos nossos medos quando olhamos para ao lado, dos nossos bons valores, mas eles não são senão um dever
Vamos aprender a segurar a mão um do outro, a olhar para os outros, de outro modo que não um outro problemático outsider
Há um coração que se eleva para todos concordam ? Um coração que leva a próxima geração , alguém que vem como reforço ?
Há um coração que se eleva para todos concordam ? Um coração que leva a próxima geração , alguém que vem como reforço ?

This is my land – We easily forget where we’re from, where we’re going for, it suits us to lose our memory from time to time. When danger is lurking, we turn to our neighbor – how strange; but we don’t realize that we may have neglected them for too long. Is there a heart that rises for everyone agree? A heart which leads the next generation, someone who comes as reinforcement? – This is my Land, where I sit; my River, the water I drink, that we don’t you dare touch it. These are my Brothers around me, my reference values and my only voice, that we don’t you dare touch – We feed our fears when we look away, from our good values, yet they’re merely a duty. Let’s just learn to hold each other’s hand, to look at others aside from one another as troublesome outsiders – Is there a heart that rises for everyone agree? A heart which leads the next generation, someone who comes as reinforcement? Is there a heart that rises for everyone agree? A heart which leads the next generation, someone who comes as reinforcement?

Mudanças…

mudanças

A Vida é feita de mudanças… a cada nascer do sol, tudo pode mudar…isso nem sempre é mau…triste é ver mudar o que há de belo, o que funciona bem, o que se tem de bonito… Triste é ver mudar tudo isso para pior…sem querer aprender as lições da vida. (Life is made of change…at each sunrise everything can change… it’s not always bad… Sad is to see change what is beautiful, what works great, what one has as lovely… Sad is to see change of everything for worse… without having learn the Lessons of Life.)

E dizem que cada um colhe o que plantou…mas creio que nem sempre… sim por vezes colhesse o fruto das más sementes que semeámos… mas por vezes colhesse as sementes más que o vento soprou… que se misturaram… com as mais belas sementes que cuidamos com carinho… e nem tudo é preto e branco…, nem tudo é tão claro e nítido assim.. .afinal também existe o cinzento… Mas no final, concluimos que tudo nos foi trazido para nos ensinar algo, então temos que aprender a ver tudo como uma nova lição.

(And they say that each one reap what one sow … but I think ‘not always’, yes… sometimes we reap the fruit of the bad seeds we sow… but sometimes we reap the bad seeds that the wind blew…mixed… with the most beautiful seeds that we care with love… and not everything is black and white…not everything is as clear and crisp as well… after all there’s also grey… But in the end, we conclude that everything was brought to us, to teach us something, then we must learn to see everything as a new lesson.)